Home » Problemas Bucais » Mucosite Oral

Mucosite Oral

Pacientes submetidos à quimioterapia, normalmente, desenvolvem problemas na mucosa oral. Essa área pode ficar inflamada e feridas cinzas ou brancas se desenvolvem. A infecção atrasa o processo de cura. Portanto, é importante evitar a condição desde o início.

O que causa Mucosite Oral?

A quimioterapia e radioterapia podem danificar as células sensíveis da boca e garganta. Os pacientes de câncer submetidos à esse tipo de tratamento, normalmente, se tornam sintomáticos logo na primeira semana e/ou desenvolvem a mucosite na segunda – e os sintomas duram mais cerca de seis semanas.

Chances de desenvolver mucosite oral, em números:

  • Quase todos os pacientes com tumores na cabeça ou no pescoço desenvolvem mucosite oral, quando tratados com radioterapia;
  • Alarmantes 89% desenvolvem mucosite oral quando tratados com a combinação de quimioterapia e radioterapia;
  • Cerca de 40% dos pacientes tratados com quimioterapia apresentam mucosite oral.

    Consequências da Mucosite Oral

    A mucosite oral pode causar grande desconforto, como dores na garganta e boca. Comer alimentos quentes, azedos e muito temperados piora os sintomas. É possível que também haja dificuldade para mastigar, engolir e falar, afetando a qualidade de vida. Quanto mais grave for, maior o risco de infecções.

    Sintomas da Mucosite Oral

    A mucosite oral pode se manifestar, primeiramente, pela sensação de boca ardendo. Engolir e mastigar pode ser dolorido, ingerir alimentos ou bebidas se torna difícil. Os sintomas são potencializados por ser uma fase em que o paciente necessita de nutrientes para acompanhar o tratamento de câncer.

    É possível reconhecer a mucosite oral pelos sintomas a seguir:

    • saliva grossa;
    • mudança de gosto;
    • gengivas vermelhas e doloridas;
    • muco bucal de coloração pálida;
    • bolhas doloridas na boca.

     

    Oral mucositis

    Como prevenir a Mucosite Oral

    Nem sempre é possível prevenir esse tipo de problema. No entanto, sempre há como reduzir os sintomas terríveis.

    Tratamento da Mucosite Oral

    A mucosite oral é um efeito colateral comum da quimioterapia. O tratamento deve ser focado na redução do desconforto. Algumas passos que contribuem com a redução dos efeitos colaterais:

    • Escolha uma escova ultra macia para limpar os dentes;
    • Prefira enxaguantes bucais sem álcool, como o da blue®m;
    • Coma alimentos macios;
    • Evite alimentos muito frios, quentes, temperados ou salgados;
    • Ingira muita água.

      Precisa de ajuda para recuperar ou cuidar da sua boca?

      Deseja entender mais sobre como cuidar da mucosa oral e da nutrição? Converse com a nossa nutricionista. Ela pode te dar dicas práticas para se recuperar mais rápido da quimioterapia.

      Perguntas frequentes

      Posso usar esses produtos com segurança após a quimioterapia?

      Sim. Nossos produtos têm base em ingredientes naturais, incluindo oxigênio ativo, com benefícios de cura.

      Estou em tratamento de quimioterapia, vou ter isso?

      É possível que sim. Estudos mostram que 40 a 75% dos pacientes de quimioterapia sofrem de mucosite oral. Mais de 90% das pessoas com tumores na cabeça ou no pescoço desenvolvem este problema. Quase 100% dos transplantados de medula óssea também são afetados.

      A perda de peso pode ser consequência da doença?

      Sim. A mucosite oral tem um grande impacto farmacoeconômico. Pode causar perda de peso, desidratação, má nutrição e incapacidade de beber ou comer.